Dia Nacional do Yaoi: Love Mode, de Yuki Shimizu, e minha paixão eterna!

8 jan

Love Mode é uma mangá de muitas histórias com personagens cujas vidas se entrelaçam e quem tem relação com o clube de encontros masculino chamado Blue&Boy.

Os principais casais são:

  • Takamiya Katsura e Sakashita Izumi, que se encontram por um mal entendido e constroem aos poucos um belo amor. Essa é a história que inaugura o mangá. Izumi com seu jeito “não me toques” e Takamiya juntos são tão doces como hilários. 
  • Aoe Reiji, o dono da Blue&Boy e melhor amigo de Takamiya, um homem frio e por vezes até cruel, que acolhe Shirakawa  Naoya, um simples menino que perdeu a família num acidente de carro e que acaba se tornando essencial na vida de Reiiji. Naoya é uma gracinha, perfeito para o circunspecto Reiji.

  • Aoe Kicchi, irmão mais velho de Reiiji, e Kashima Haruomi, seu segurança particular, que tem um relacionamento forte, mas que passou grandes problemas até se firmar.

A história de Love Mode é tão magnífica que, apesar da constatação de que o traço de Shimizu-Sensei de início deixa a desejar, no decorrer da leituara nos esquecemos disso e quando nos damos conta, percebemos o quanto o traço vai se aprimorando.


Uma coisa interessante de Love Mode é que apesar de ser uma mangá com histórias de vários personagens, há uma coesão, ou melhor, há um personagem especial que torna coeso esse emaranhado de casais, acontecimentos e sentimentos, Shiki Tachibana.


Shiki é a alma e a atmosfera do mangá. Ele é como se fosse o anjo da guarda, um belo anjo da guarda, dos casais de Love Mode, mas especialmente de Aoe Reiiji e de Takamiya Katsura. Sua aparição é no volume 11, na história de quando Takamiya Katsura e Aoe Reiji se tornam amigos. Porém, suas palavras, seus desejos, podem ser vistos permeando quase todo o mangá. Alegre e amoroso, ele empurra todos para a felicidade mesmo que ele só consiga curtir um pouquinho da sua própria.


Um belo homem de cabelos longos e ruivos, que tem mais de trinta anos e pode facilmente se transvertir-se em mulher ou em um homem elegante.

Ele é o tio de Takamiya e o criou, por isso Takamiya o considera como se ele fosse o seu pai [embora o relacionamento entre os dois às vezes, apenas às vezes, pareça um tanto mais profundo…]. O que aconteceu foi que a mãe de Takamiya morreu ao dar a luz a ele. Daí em diante, ele foi criado por seu verdadeiro pai, Keiichirou, e por Shiki, irmão menor de sua mãe, até a idade de 10 ou 11 anos, quando Keiichirou morre em um acidente e Shiki passa a cuidar dele sozinho.
Takamiya é muito parecido com Keiichirou, a tal ponto que Shiki quando bebe muito o confunde com ele…


Shiki foi o primeiro amor de Reiji, a primeira pessoa a tocar, verdadeiramente, a sua alma.


Shiki foi quem primeiro abriu o coração de Reiji, depois de tanto sofrimento pelo qual passou.  O primeiro homem que o conquistou e a quem ele conquistou… e perdeu.

O destino levaou Shiki muito cedo…

Até hoje, depois de ter lido e relido várias vezes Love Mode, ainda tenho dúvidas se Naoya conseguiria entrar na vida de Reiji como entrou, se Shiki não tivesse surgido antes em sua vida. A doçura que vemos em Reiji e em Takamiya vem de Shiki, que deixou como herança aos dois um amor que protege a todos.
Como disse uma vez uma amiga minha, “acho que nunca vou me cansar de reler… e cada vez que leio percebo mais como a imagem e as palavras de Shiki aparecem durante todo o desenrolar das historias”.

Shiki é um personagem sem igual e posso dizer, sem medo, que se o desejo dele fosse o desejo de todas as pessoas, o mundo seria bem diferente… “Por favor, que todos possam ser felizes!”.

Informações sobre Love Mode: Lemon, Romance, Comédia, Drama, Violência. 11 Volumes. (Completo)

Todas as imagens desse artigo pertencem a mangaka Yuki Shimizu.

Esse artigo faz parte das comemorações do Dia Nacional do Yaoi!

Quer saber quais os outros blogs e sites estão participando?

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E ACESSE O BLYME!

12 Respostas to “Dia Nacional do Yaoi: Love Mode, de Yuki Shimizu, e minha paixão eterna!”

  1. Shin Usagi janeiro 8, 2012 às 4:53 pm #

    Demais! Lindo seu texto. Me emocionei lembrando das partes do mangá. Lembro, Cristal, que li ele a primeira vez em 2006 ou 2007, não lembro ao certo e cara… Me tocou tanto que eu releio sempre e to como revisora do projeto no Aino. Lindo demais. Shiki realmente… sério. Lindão! Parabéns!! Leiam Love Mode e leiam mais SHIMIZU Yuki! Leiam os extras de Love Mode também!

    • Cristal Samejima janeiro 8, 2012 às 8:12 pm #

      Obrigada por seu coment, Shin!
      Love Mode é um dos meus mangás-paixão e acho que ele é leitura indispensável para quem diz gostar de Yaoi.
      Então, LEIAM LOVE MODE!

  2. Hanna janeiro 8, 2012 às 5:00 pm #

    Que post awesome! Lindo mesmo, parabéns. Confesso que não conhecia, mas agora com certeza vou procura esse mangá!
    Feliz dia do Yaoi.

    • Cristal Samejima janeiro 8, 2012 às 8:13 pm #

      Feliz Dia do Yaoi para você também, Hanna!
      E não deixe de ler esse clássico do Yaoi!
      Obrigada pelo coment! ^_^

  3. Luna Solista janeiro 8, 2012 às 6:49 pm #

    Love Mode foi um dos mangás mais completos que já tive o prazer de ler, as diversas histórias mostradas, os personagens cativantes, com suas histórias complexas cheias de drama, nuances de comédia e tudo quanto se possa imaginar..ou não ^__^, antes desse mangá eu realmente não conhecia nada sobre a mangaka Yuki Shimizu, tá ainda hoje me envergonho um pouco em dizer que não conheço muito sobre ela, mais Love Mode e mais recentemente ZE me conquistaram de tal forma que só tenho elogios a ela.

    • Cristal Samejima janeiro 8, 2012 às 8:15 pm #

      Realmente, Yuki Shimizu é fantástica!
      E você lembrou um outro mangá dela que recomendo sem medo, ZE, que é excelente também.
      Luna, obrigada pelo coment e Feliz Dia Nacional do Yaoi!

  4. lylikouga janeiro 8, 2012 às 6:58 pm #

    Não há palavras no mundo que possam descrever o quanto eu adoro esse manga, ele tambem é minha paixão eterna, um dos primeiros que li, quase nem sabia inglês, eu praticamente aprendi pra ler Love Mode. Nesse Yaoi Day eu sabia que teria algum post sobre Yuki Shimizu e sobre Love Mode, e não podia ter achado um que melhor descrevesse o que essa serie é e o quanto eu a adoro!!!! Meus parabens pelo lindo post e Feliz Dia Nacional do Yaoi!!!!!

    • Cristal Samejima janeiro 8, 2012 às 8:18 pm #

      Sim, Lyli, paixão eterna! ♥
      Eu li Love Mode em espanhol e só recentemente é que vi que os fansubs brasileiros estão, finalmente, traduzindo. E isso é ótimo porque vão surgir mais fãs para o trabalho de Yuki Shimizu. ^_^

      Obrigada pelo coment e Feliz Dia Nacional do Yaoi para você também!

      • Alexander Fernando Ribeiro da Silva janeiro 9, 2012 às 12:09 am #

        Feliz Dia do Yaoi

        Amei o post Cris *-*

        Love Mode é uma das sete maravilhas do Yaoi , e pensar que no começo eu sentia um preconceito pelo mangá devido ao traço , eu quebrei a cara literalmente , pois ao ler a história meu deus , uma obra prima *-*

        • Cristal Samejima janeiro 9, 2012 às 1:49 am #

          Sem dúvida, Alexander! Love Mode é um clássico e merece todo o respeito de um excelente mangá BL ^_^

          Obrigada pelo coment! Volte sempre, amigo!

  5. natalia abril 11, 2012 às 4:53 pm #

    eu amo mangas e animes yaoi meu preferido é junjou romntica

    • Cristal Samejima abril 12, 2012 às 6:37 pm #

      Junjou Romantica é muito bom, Natalia ^_^
      Você viu/leu Sekai-ichi Hatsukoi, da mesma mangaka de Junjou Romantica?… E Love Mode, de Yuki Shimizu?…
      Grande abraço e obrigada pelo comentário! *-*

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: